COMPARTIR:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

A Isobar, agência global de transformação digital e criatividade do Grupo DAN, lança o estudo “Amor & Sexo na Era Digital”, que traz uma análise profunda sobre a maneira como a tecnologia vem modificando as relações humanas, notadamente, afetivas e amorosas, na atualidade. O documento apresenta um panorama de iniciativas, projetos e dados relacionados à indústria do amor e do sexo na era digital. E, principalmente, traz insights sobre o impacto, os desafios e as oportunidades propiciadas pela tecnologia, principalmente na forma de sites e aplicativos de relacionamento e entretenimento adulto, para o trabalho das marcas.

Com base em social listening e desk research, o estudo “Amor & Sexo” mostra que um novo cenário para as marcas e anunciantes surge a partir disso. Cada vez mais, os usuários destes serviços experimentam interações com mensagens trazidas pelas mais diversas marcas, muitas vezes sem nenhuma relação com o serviço que estão utilizando. O relatório analisou cinco dating apps (Grindr, Happn, OkCupid, ParPerfeito e Tinder) e quatro sites pornográficos (Pornhub, RedTube, XVideos e YouPorn). A pesquisa, desenvolvida com a ferramenta Brandwatch, avaliou menções no Twitter, no Instagram, em fóruns de discussão, blogs e portais de notícias, no período de 2013 a 2018.

Nos aplicativos de encontros, o levantamento aponta que a maior parte dos usuários (89%) não se importa com a presença de anúncios e tem uma visão neutra sobre isso. Já 6% consideram este movimento negativo, enquanto apenas 4% têm uma percepção positiva. O levantamento mostra que algumas pessoas gostam tanto de determinadas campanhas que afirmam que não dão match com as empresas, mas sim com os anúncios.

Em um cenário que se define pela disrupção, as marcas encontram uma gama de novas oportunidades e também de desafios. Para se comunicar com um público que vive o amor e o sexo de forma nada óbvia, e se acostumou com a precisão oferecida pela tecnologia, é urgente proporcionar experiências cada vez mais criativas e também eficazes – tirando proveito da segmentação oferecida pelos dados”, afirma Ana Leão, Managing Director da Isobar Brasil.

share of voice (termo que representa a mensuração do público atingido pela marca em uma campanha) dentre os cinco aplicativos de encontro avaliados é maior no Tinder, onde alcança 32%. No Grindr, este índice chega a 24%; no Happn, a 18%; no ParPerfeito, a 16%; E, por fim, no OkCupid, a 10%.
Veja abaixo as principais tendências e inovações nesta área detectadas pelo estudo:

O relatório traz ainda os impactos para as empresas anunciantes, um raio-x deste mercado e principais players, dados sobre o mercado de sextoys, além de cases de marcas como Diesel, Nike e Abbraccio Cucina Italiana Restaurant.

COMPARTIR:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

NO COMMENTS

DEJAR UN COMENTARIO