COMPARTIR:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

A Infinera, fornecedora de redes de transporte inteligentes, anunciou a conclusão bem-sucedida de uma série de testes de campo submarinos no cabo submarino MAREA de 6.600 km entre a cidade Virginia Beach, em Virgínia, e a cidade Bilbau, na Espanha.

Os testes usaram a tecnologia avançada coerente do mecanismo de capacidade infinita de quarta geração da Infinera (ICE4) para alcançar novos recordes de eficiência espectral em tempo real numa rota transatlântica:

  • 6,21 bits por segundo por hertz (b/s/Hz) acima de 6.644 km, transferindo para uma capacidade de fibra de 26,2 terabits por segundo (Tb/s)
  • 4,46 b / s / Hz em 13.210 km para capacidade de fibra de 18,6 Tb/s

Detalhes do teste foram apresentados por rota transatlântica, Diretor de Tecnologia Submarina da Infinera, na conferência “Submarine Networks World” nesta semana. Para alcançar os resultados recordes, a Infinera empregou várias tecnologias avançadas, incluindo bloqueio de onda (wave locking) de precisão comum de multiportadora com base no circuito integrado fotônico (PIC) de grande escala da Infinera, subportadoras sintetizadas digitalmente com modulação de pulso “próximo da frequência de Nyquist”, ativadas pelo processador de sinal digital coerente em tempo real do ICE4, e operação através de um cabo de fibra óptica de grande superfície e com alta potência óptica.

Aplicativos, que exigem uma elevada largura de banda, e arquiteturas em escala de nuvem estão aumentando a demanda por capacidade de rede submarina de forma significante. Atender a essas demandas requer uma combinação de uma instalação óptica submarina (wet plant) de alta tecnologia e sistemas avançados de transmissão coerente em tempo real. Historicamente, os cabos transatlânticos não foram capazes de usar modulações de ordem mais alta, como a 16-QAM (modulação de amplitude em quadratura), para alcançar uma maior capacidade. Vários avanços tecnológicos ajudaram a superar essa limitação. Entre eles incluem-se os cabos submarinos modernos de grande área efetiva, que melhoram o alcance de modulações de ordem superior. Combinando isso com uma gama de tecnologias coerentes avançadas e com as propriedades únicas de uma implementação do PIC, a Infinera validou com sucesso a 16QAM em distâncias demasiadamente longas, usando espaçamento de canal extremamente estreito.

“Ficamos muito felizes por termos tido a oportunidade de trabalhar com um importante provedor de conteúdo para demonstrar a principal inovação da Infinera em eficiência espectral no sistema de cabo MAREA”, disse David Welch, cofundador e diretor de estratégia e tecnologia da Infinera. “A tecnologia ICE4 da Infinera formeceu continuamente desempenho óptico para nossos clientes no ano passado. Este último exemplo, numa plataforma de produção, permitiu um aumento de mais de 30% da capacidade espectral em relação a outras tecnologias de fornecedores disponíveis atualmente. Pretendemos continuar avançando em grande escala com nossa integração fotônica para maximizar a capacidade e manter o desempenho líder do setor para o benefício dos nossos clientes”

COMPARTIR:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

NO COMMENTS

DEJAR UN COMENTARIO